segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

"Por que gastam dinheiro no que não é pão?" - respeitosa desleitura

Por que gastam dinheiro naquilo que não é pão?

Por que gastam dinheiro naquilo que não é pão?

Por que
gastam dinheiro
naquilo
que não é pão?

Gastam dinheiro
naquilo
porque
não é pão

Afinal, pão quase todo mundo tem. E o que eles querem é justamente ter o que quase todo mundo não tem. Para parecer que não fazem parte do "quase todo mundo". E para aparecer fazendo parte do que não é pra "quase todo mundo". Por isso, o cartaz diz: "exclusividade!". Eis a lógica que escraviza o ser humano e destroi o planeta. E todos permanecem no raso, superficiais como casca de ameixa brasileira. E nem enrugar querem mais. Mas morrem.

E o mais interessante é lembrar que o verdedeiramente exclusivo abandonou sua exclusividade e se fez um em meio aos que são como "quase todo mundo". Ele se misturou com os pobres, comeu com eles, andou com eles. Não habitou em palácios exclusivos. Não se banhou em banhos exclusivos. Não viajou em carruagens exclusivas. Deus se fez humano. E não um humano abastado. Deus se fez um em meio ao povão.
Se o Filho te libertar,
Liberdade!

Respire.
 
Prove.

Pão do Céu. Esquecido e desprezado, trocado por industrializados biscoitos indigestos nestes tristes dias.


3 comentários:

  1. Querido, o poder corrompe e é um dos motivos que me levou ao ministério, claro que não para ser corrompido, mas para ver se é aquilo que penso. Penso que a falta de fé nos leva a desviar do alvo, que é levar o pão da vida a todos e por isso que vemos o que vemos ou ouvimos, pois não queremos nos envolver. Mas espero que algum dia haja esse envolvimento e compromisso em levar esta verdade a todos.

    Abraço,

    Celso.

    ResponderExcluir
  2. Cesar meu prof
    A paz
    De uma feita, eu disse a um amigo filósofo, Samuel Buel que me considerava um artófago espiritual por preferir, sempre, o Pão da Vida, a qualquer outro alimento e que por isso, por crer em Deus, não sentia fome nem sede.
    Tem muita casca de ameixa brasileira por ai.
    Contigo quando posso; Com Deus em todos os momentos
    Alberto

    Ps. Recebeu meu presente, via email, a 19 do corrente?

    ResponderExcluir
  3. Celso,
    Espero que suas visitas aqui na Cantina não se acabem com seu distanciamento geográfico.
    Você nos ensina muito. E faz pensar um tanto.
    Abraço,
    Cesar

    Amigo Alberto,
    Não falta pão celeste, graças ao bom Deus.
    Faltam daqueles padeiros de antigamente, que buzinavam na porta das casas às 7h da manhã com o cesto cheio de cheirosos pães há pouco assados.
    Recebi seu presente e respondi agora, no atraso.
    Um abraço amigo!
    Cesar

    ResponderExcluir