quarta-feira, 8 de junho de 2011

Convite para lançamento da Revista de Estudos Judaicos número 8





Como vocês já devem ter percebido, eu não sou judeu. Mas apresento este simpático convite que me foi enviado há alguns dias por dois motivos: a palestra parece interessante e a revista a ser lançada conta com a contribuição de um artigo meu. Apresento o resumo do mesmo abaixo:

Dor de letra: relatos de sofrimento em Fílon de Alexandria (I d.C.) e Primo Levi (XX d.C.)

Neste ensaio, pretendo observar a maneira como Fílon e Levi lidam com o ato de narrar o sofrimento imposto aos judeus de seu tempo. Não se trata de uma comparação entre dois eventos históricos (a perseguição aos judeus alexandrinos em meados do século I e a Shoá, século XX), mas entre as maneiras de se colocar como narrador desses fatos. Ambos fazem uma opção pela palavra como meio de sua expressão, mas também reconhecem as limitações desse “órgão” e, em algum momento, recorrem a uma forma específica dele (a poesia, palavra-arte) e ao corpo (o corpo narrado) para precisar o que contam. Esse aspecto deve ser explorado com algum cuidado nas páginas que seguem, juntamente com uma indagação inicial: em que medida os relatos de Fílon podem ser considerados “testemunhos literários” juntamente com os de Primo Levi?

 

Enfim, não é nada muito ortodoxo. Na verdade, é o resultado de um estudo que fiz há mais de um ano, em uma disciplina de Literatura e Psicanálise, com o professor Ram Avraham Mandil, a quem eu devo, portanto, um agradecimento. Espero que alguém aproveite! Eu, pelo menos, passei bons momentos e cresci um pouco com a reflexão.

Abraço,

Cesar

Nenhum comentário:

Postar um comentário