sábado, 4 de junho de 2011

Um poema em homenagem às construções faraônicas realizadas e anunciadas pelo evangelicanismo brasileiro

religião hoje se faz com pedra
                                                    Cesar M. R.


pedra, suor e dinheiro trocado 
choro, emoção e cliente pescado

e de pedra sobre pedra
esquece que tudo começa
com o des
                   mo
                         ro
                                na
                                       men
                                                 to
da pedra rejeitada
pedra angular, pedra de tropeço
verdadeira santa pedra
que troca pedra por carne
aqui dentro do peito

pétrea, seca e vã religião,
o que é que você esconde
atrás do mármore polido?

Ah, espera, dona rocha,
você que não liga nada,
você que não preocupa,
você que se faz grande,
se afasta dos pequenos,
espera, pois virá um dia que não esquecerá,
suas sólidas construções serão derruídas
seu motivo de orgulho já não existirá
e quem de você se lembrará?
Espera, que já não restará
pedra sobre pedra
pedra sobre
pedra
sobr
epe
dr
a
s
o
b
r
e
p
e
d
r
a
.

Um comentário: